Sistema Online de Gestão de Consultórios Odontológicos


  Central de Atendimento : (62) 4016-8055

i_m_g

4 passos para prevenir riscos de acidentes de trabalho em seu consultório

Ninguém quer se machucar no trabalho, ou ter que enfrentar uma ação de indenização por acidente de trabalho por parte de seus funcionários. Assim, o artigo de hoje trará simples dicas de como manter seu consultório odontológico seguro para todos.

Provavelmente você se tornou um dentista por amar trabalhar com a saúde oral, e não porque você queria executar um negócio. Mas, a verdade é que consultórios são pequenas empresas, e é fundamental saber como promover um ambiente de trabalho seguro para uma prática bem sucedida.

Os profissionais da área da odontologia estão expostos a riscos de segurança e a aquisição de doenças por estarem em contato direto com o paciente, e pelo uso de instrumentos que podem provocar ferimentos. Por isso, é necessário criar alguns hábitos de segurança no local de trabalho que devem ser adquiridos por todos.

Um estudo (Theodoro et al., 2009) realizado com 87 cirurgiões dentistas revelou que 55,2% já sofreram algum tipo de acidente de trabalho em sua prática, sendo a maior prevalência entre aqueles que trabalhavam mais de oito horas diárias sem auxiliar de saúde bucal. Além disso, os acidentes com perfurocortantes estiveram no topo da lista (81,3%).

De acordo com a Occupational Safety and Health Administration (OSHA), a execução de condutas de segurança pode reduzir significativamente os acidentes de trabalho. Além de proteger a vida de seus funcionários, que é o mais relevante, você irá diminuir possibilidades de enfrentar ações trabalhistas por acidentes em sua empresa.

Então, como implementar uma estratégia de segurança eficaz em seu consultório? Aqui estão quatro passos importantes:

1) Identifique os riscos:

O primeiro passo para um local de trabalho seguro é identificar e avaliar os perigos existentes ou potenciais. Analise ativamente seus funcionários ao longo do dia e observe em quais situações podem ocorrer acidentes. As formas mais comuns de acidentes são:

  •  Acidentes com perfurocortantes, que podem causar ferimentos profundos e expor o indivíduo ao risco de aquisições de doenças infecciosas (hepatites, HIV);
  •  Lesões musculares, uma vez que permanecem longos períodos em uma mesma posição;
  •  Problemas relacionados à exposição contínua a radiação promovida por aparelhos de raio-x;
  •  Lesões na mão, tais como a síndrome de túnel do carpo, devido a movimentos repetitivos.

Identifique também riscos mais simples, como carpetes soltos ou piso escorregadios que podem levar seus funcionários a escorregar. Cantos cegos e portas giratórias também podem ser considerados riscos potenciais se oferecerem a possibilidade de colisão entre funcionários.

Uma vez que os riscos foram identificados e documentados, a estratégia agora é criar políticas e procedimentos formais para evitá-los. Estabeleça protocolos e manuais de segurança e os distribua para seus funcionários. A OSHA fornece um excelente manual de segurança que dá uma visão abrangente de como criar um programa de segurança e saúde, bem como fornece medidas práticas e sugere soluções para os riscos mais comuns que ocorrem no local de trabalho. Para evitar acidentes de trabalho, considere as seguintes dicas:

2) Lidere pelo exemplo

Programas de segurança eficazes requerem o compromisso dos proprietários e supervisores para definir a medida certa e fornecer liderança. Os planos de segurança mais bem sucedidos são mais do que normas fixadas na parede ou escritas em um manual que está em uma gaveta. Os planos de segurança que realmente funcionam são aqueles que partem de uma cultura empresarial pré-estabelecida. Como dentista e proprietário, você deve comunicar claramente as regras de segurança, e modelar os comportamentos que você quer que seus funcionários sigam, a partir de seu próprio exemplo. Afinal, você está proibido de seguir aquele velho ditado: Faça o que eu digo, não faça o que eu faço!

3) Treine

Estabeleça que procedimentos de segurança façam parte da programação de treinamento da integração de cada funcionário na empresa. É muito mais vantajoso corrigir os erros no início, do que hábitos enraizados. Assim, discuta medidas de segurança regularmente em suas reuniões e envolva seus funcionários para que façam melhorias contínuas. É interessante realizar exercícios de treinamento anual de segurança, para reforçar os riscos, assegurando que os potenciais perigos sejam identificados e resolvidos antes que alguém se machuque.

4)  Segurança primeiro

Do mesmo modo que seus pacientes merecem e esperam um cuidado com elevada qualidade, seus funcionários merecem e esperam um ambiente de trabalho seguro. Criar uma cultura de segurança no trabalho é uma das maneiras mais fáceis e mais custo efetiva para contribuir para o sucesso a longo prazo de seu consultório.

Lembre-se sempre: “Os riscos existem e podem ser evitados. O melhor caminho é a prevenção”, Dr. Jorge Lordello.

Até o próximo artigo! :D

O que achou? Deixe o seu comentário.