Sistema Online de Gestão de Consultórios Odontológicos


  Central de Atendimento : (62) 4016-8055

All Posts in Category: Relacionamento

Reuniões

5 Super Estratégias para Reuniões Profissionais Produtivas em seu Consultório Odontológico

Grande parte dos consultórios odontológicos têm experimentado episódios ruins em suas reuniões. Mas, esses momentos podem ser evitados. Medidas estratégicas comuns, como organização e planejamento, podem alterar completamente as reuniões entre os profissionais da odontologia, fornecendo uma atmosfera produtiva, na qual as ideias podem ser compartilhadas e a prática pode ser melhorada.  

O fato é que não saber como executar uma reunião eficaz, pode trazer algumas consequências negativas para o seu consultório. Diversos consultórios não tem reuniões e quando as fazem, não alcançam resultados concretos, uma vez que uma reunião mal organizada, pode facilmente se transformar em sessões de queixa, o que desperdiça o tempo de todos. Aliás, se todos os dentistas criticarem os erros e não oferecerem soluções eficazes, um caos será produzido.

Outro aspecto a ser considerado, é que as reuniões de equipe devem ser habituais e rotineiras e não organizadas somente em casos extremos de emergência, em que profissionais estão chateados ou cometeram erros. Reuniões convocadas por esses motivos, geralmente produzem resultados ineficazes, podendo até mesmo serem prejudiciais.

Desta forma, reuniões semanais devem ser uma prática comum, algo valioso para a gestão do dia-a-dia do seu consultório. Assim, no artigo de hoje apresentaremos 5 super estratégias para reuniões profissionais produtivas em seu consultório odontológico:

Vamos lá, essas são:

  • Programação:  Você precisa de um cronograma lógico para sua reunião e uma ideia claramente definida do que irá realizar. Utilize a reunião para manter os funcionários atualizados sobre planos futuros, alterações de políticas, números de produção e para conduzir o treinamento do seu grupo conforme necessário.

A organização de sua programação propicia uma reunião produtiva.  Não importa o lugar, em uma grande empresa, igreja ou reunião social, essas sempre partem da necessidade de cobrir pontos específicos e, em seguida, avançar, caso contrário, elas serão desfocadas e envolverão pontos que não são valiosos para todo o grupo.

Se você quiser acompanhar o desempenho do grupo, compare a sua reunião a um jogo de futebol, no qual o treinador e a equipe fazem uma revisão do primeiro semestre, e apontam os ajustes necessários para o semestre seguinte. Além disso, é importante ter um secretário para anotar os pontos principais, para que assim o proprietário ou gerente do consultório possa acompanhar atentamente o que é discutido e acordado.

  • Data e Horário: As datas e horários devem ser disponibilizados a todos os participantes com bastante antecedência, além disso, cada reunião deve ter aproximadamente uma hora de duração. O dentista e o gerente administrativo devem sempre participar, a menos que seus horários não permitam, mas essa deve ser a exceção e não a regra.
  • Compartilhamento: Todos os funcionários devem ter a liberdade de expressar suas ideias, e não devem ser repreendidos publicamente por se comunicarem. Esse deve ser um momento de grupo, partilha e de união em prol de um bem comum. No entanto, é sempre importante ter em mente que fofocas, rumores ou perturbações não podem ser permitidas ou toleradas.
  • Treinamento: Aproveite o tempo para dar um passo atrás e analisar quais áreas da sua prática precisam de melhoria e mais treinamento. O treinamento deve incluir atuação real para ajudar a construir uma prática melhor. Quando apropriado, recomenda-se o recurso da gravação, pois assim, você pode rever e observar em si próprio o que necessita ser melhorado. É incrível ver-se no vídeo. Esse recurso pode te auxiliar na superação do medo da câmera, sendo assim capaz de exalar mais confiança quando se encontrar face a face com seus pacientes.
  • Sucesso: Alimente a ideia que você e seus funcionários fornecem um serviço valioso para a comunidade. Uma ponto chave de reuniões bem sucedidas é a partilha de depoimentos de pacientes, uma vez que os elogios dos pacientes são uma das altas formas de propiciar motivação. O sucesso dos seus pacientes fornecem a equipe o combustível necessário para um melhor trabalho futuro.

Se você seguir as dicas e trabalhar com dedicação, você aprenderá que as reuniões podem ser muito produtivas. Então, esperar pra quê? Comece já a planejar sua reunião.

Leia Mais
Imagem1

Como atrair pacientes medrosos e ansiosos?

Todos consultórios odontológicos afirmam ter um equipe atenciosa, capaz de oferecer um tratamento odontológico sem dor e de qualidade. Mas, essas afirmações por si só não são suficientes para atrair pacientes que sofrem medo, ansiedade ou pavor de tratamento dentário.

Estimativas indicam que mais de 130 milhões de pessoas nos Estados Unidos possuem algum nível de medo ou ansiedade ao tratamento odontológico. Essa tensão afeta diretamente os cuidados dentários, levando alguns a evitarem completamente   consultórios odontológicos durante anos ou décadas, procurando ajuda somente quando a dor, doenças gengivais ou a perda de dentes os obrigue a marcar uma consulta.

Nos últimos anos, o reconhecimento desse medo como um problema, produziu diversas melhoras na prática dentária. Nesse contexto, o marketing odontológico tem investido muito em propagandas de “atendimento sem dor”, no entanto, no geral essas afirmações não fizeram muito para aliviar o problema, e existe uma boa justificativa para isso.

Leia Mais
d_v

Porque é a alta taxa de divórcio entre os dentistas e como evitá-lo?

 

Os dentistas têm a infeliz reputação de ter uma taxa de separação mais elevada do que o resto da população. Existe uma série de fatores que podem levar ao divórcio na profissão, por isso aqui estão algumas sugestões para te ajudar a entender as razões mais comuns para o divórcio na odontologia e medidas para evitar que você faça parte dessa triste estatística.

Passar por um divórcio não é nada agradável, pode ocasionar danos diversos e irreparáveis, que vão desde um stress emocional, ruptura com amigos em comum e familiares do cônjuge, à separação dos filhos. A grande maioria dos divórcios podem ser evitados, e por isso o artigo de hoje traz alguns aspectos para te ajudar compreender mais sobre esse assunto que infelizmente é recorrente em nossa sociedade, e entender o porquê da sua constância entre dentistas.

1) Excesso de carga horária de trabalho 

Os dentistas geralmente trabalham muito e por longas horas, principalmente nos primeiros anos pós universidade, uma vez que pretendem adquirir seu próprio negócio. Isso pode gerar um conflito entre os cônjuges por falta de tempo para afazeres em comum, levando a um distanciamento pelos dois motivos (conflito e falta de convivência) ao longo dos anos.

Solução: A comunicação é um dos maiores segredos do casamento, se comunique claramente, explique seus planos, faça de seu cônjuge um verdadeiro companheiro e coloque equilíbrio entre a vida pessoal e profissional. E lembre-se, o segredo de qualquer relacionamento é o companheirismo.

2) Gastos com o consultório

Leia Mais